Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cherry Lips

Um blog sobre moda, beleza e lifestyle, onde partilho convosco tudo o que gosto e que faz parte do meu dia a dia.

Seg | 17.10.16

Ser turista na minha cidade - Parte 41: Museu Nacional de Arte Antiga

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0212.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Começo a semana ainda a pensar no fim de semana, por isso partilho convosco um local que adoro visitar sempre que posso: o Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa. Um espaço onde podem encontrar algumas das mais belas telas europeias, mas acima de tudo um local onde podem relaxar. Claro que, eu sou suspeita quando o digo isto porque ADORO museus, até porque lá consigo encontrar a paz de espírito que preciso e a inspiração para continuar a fotografar, a escrever, etc. No entanto, para quem não é fã de Arte vai achar uma seca e nesse sentido aconselho-vos a ir visitar o Museu Nacional de Arte Antiga no primeiro domingo do mês já que é grátis. Se não, basta apresentar o papel do centro de emprego e também têm entrada livre. 

 

Boas visitas!

 

PS: Para verem outros "Ser Turista Na Minha Cidade" entrem aqui

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0213.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0214.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0239.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0240.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0253.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0258.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0261.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0262.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0267.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0273.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0275.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0278.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0281.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0283.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0285.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0287.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0290.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0293.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0298.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0307.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0320.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0323.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0325.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0328.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0330.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0336.jpg

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0347.jpg

 

 

 

Graziela
Sab | 15.10.16

De visita ao Centro de Ciência do Café

Campo_Maior_Originais-000883.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Que tal começarmos o fim de semana com um bom café para termos energia para aproveitarmos estes dois dias livres? Pois é, há duas semanas atrás por ocasião da minha visita à Adega Mayor fui também visitar o Centro de Ciência do Café e é dele que vos falo neste post.

 

Criado pelo grupo Nabeiro, em Campo Maior, o Centro de Ciência do Café é um local onde podemos conhecer toda a história do café. Já que, desde as plantações, até à distribuição podemos ter contacto com todos os aspetos desta indústria que atualmente emprega milhares de pessoas em todo o mundo.

 

Ao visitar este Centro posso dizer-vos que gostei particularmente da forma interativa como foi organizada a exposição, pois tanto adultos como crianças podem interagir e descobrir coisas bastante interessantes sobre o mundo do café. No final até podemos provar um daqueles cafés fantásticos que os baristas do centro preparam especialmente para nós, por isso têm mesmo de visitar este local.

 

Os bilhetes custam entre 4 e 6€ e até existe um bilhete de família que custa 10€ (mais informações aqui).

 

Agora e para vos abrir o "apetite" deixo-vos algumas fotografias da minha visita ao Centro de Ciência do Café.

Campo_Maior_Originais-000893.jpg

A comitiva que nos recebeu vestidas com os trajes típicos dos países produtores de caféCampo_Maior_Originais-000898.jpg

Um dos baristas do Centro de Ciência do CaféCampo_Maior_Originais-000904.jpg

Campo_Maior_Originais-000915.jpg

Campo_Maior_Originais-000923.jpg

Nhami!
Campo_Maior_Originais-000926.jpg

Uma proposta bem original
Campo_Maior_Originais-000935.jpg

O cafeeiroCampo_Maior_Originais-000939.jpg

Alguns dos bichinhos que atacam os cafeeirosCampo_Maior_Originais-000940.jpg

O núcleo expositivo que conta a história do café ao longo do tempoCampo_Maior_Originais-000952.jpg

Campo_Maior_Originais-000954.jpg

Aqui podem tirar uma fotografia num dos cafés mais emblemáticos do nosso paísCampo_Maior_Originais-000956.jpg

Campo_Maior_Originais-000959.jpg

Campo_Maior_Originais-000960.jpg

Campo_Maior_Originais-000963.jpg

O contrabando de café na altura da ditaduraCampo_Maior_Originais-000964.jpg

As sacas de caféCampo_Maior_Originais-000970.jpg

Os grãos de caféCampo_Maior_Originais-000972.jpg

Campo_Maior_Originais-000974.jpg

Algumas máquinas de caféCampo_Maior_Originais-000975.jpg

As chávenasCampo_Maior_Originais-000976.jpg

Campo_Maior_Originais-000978.jpg

O primeiro carro do grupo NabeiroCampo_Maior_Originais-000979.jpg

DSC_0109 (1).JPG

Graziela
Sex | 14.10.16

Já conhecem o Zori?

2016-09-22.png

 

Hoje comemora-se o dia das compras na Internet e como ano passado já fiz um artigo com algumas dicas para quando vão comprar online, este ano partilho convosco um site onde tenho feito algumas compras: o Zori by Odisseias. Uma plataforma onde podem encontrar: vestuário, calçado, joias, acessórios, artigos de cozinha/casa, gadgets, entre outros artigos a preços bem mais mais em conta que na maioria das lojas físicas.

 

Neste caso, mostro-vos um tutorial de como comprar neste site:

 

1 - Entram no Zori e vêm as campanhas que estão estão a decorrer (quase todos os dias eles lançam novas campanhas, por isso é melhor subscreverem a newsletter deles).

2016-09-22 (1).png

2 - Escolhem o artigos ou artigos que querem e adicionam ao carrinho de compras.2016-09-22 (2).png

3 - Escolhem o método de pagamento (cartão de crédito, multibanco ou Paypal) e se tiverem algum código de desconto aplicam também. Por exemplo, podem usar o ZORICOMPRAS que hoje vos dá 10% de desconto em todos os produtos ou o VIDADEUMADESEMPREGADA que vos dá 5€ de desconto em compras superiores a 25€.

Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0309.jpg

4 - Depois scolhem o tipo de entrega CTT (correio registado) ou podem ir levantar a uma das lojas Odisseias. Neste caso, eu escolhi a loja do Saldanha Residence e cerca de uma semana depois já lá estava a minha encomenda.Museu Nacional Arte Antiga_Pequenas-0332.jpg

5 - Tcharam cá está a minha forma para fazer um belo bolo (esta trazia os ingredientes e tudo). 

 

PS: Como eu sei que vocês também são fãs da Odisseias não se esqueçam de participar no passatempo que está a decorrer no blog.

Graziela
Qui | 13.10.16

Vichy: porque há promoções pelas quais vale a pena esperar

Visual campanha marca Vichy.png

Não sei se a maioria de vós sabe, mas todos os anos, mais ou menos nesta altura do ano, a Vichy lança uma campanha de descontos e desta vez eu associei-me a eles para vos oferecer a 15 cartões de desconto (num valor até 15€).

 

Ao usar estes cartões na compra de 1 produto de Rosto ou Maquilhagem vão ter 5€ de desconto, mas se comprarem 2 produtos poupam  logo 15€. Por isso, acho que estes cartões vos vão dar imenso jeito.

 

A campanha decorre nas farmácias de todo o país entre 24 de outubro e 6 de novembro de 2016 e para conseguirem um destes cartões basta preencherem o formulário abaixo até ao dia 20 de outubro à meia noite. Os prémios serão enviados pela marca para a morada dos vencedores.

 

Ah e não se esqueçam de participar também no passatempo "Odisseias".

 

 

Já agora, aproveito para vos dar conta de um bom produto para usarem com estes vales: o novo Slow Âge, da Vichy. Um produto que eu conheci ontem no programa "A Tarde É Sua" (TVI) e que ajuda a reduzir o sinais de envelhecimento em formação, graças a uma combinação de ingredientes inspirados na natureza. Este produto é indicado para todos os tipos de pele e deve ser usado entre os 25 e os 45 anos.

 

Em relação às minhas primeiras impressões sobre o Slow Âge, da Vichy posso dizer-vos que, ele tem uma textura semelhante à de um creme de rosto diário e o seu cheirinho floral é fantástico.

 

Para saberem mais sobre ele entrem já no site da Vichy.

 

PS: Vejam aqui como correu o evento de ontem.

slider-3-copy.jpg

Graziela
Qua | 12.10.16

Ser turista na minha cidade - Parte 40: Fundação José Saramago

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0133.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Depois de ter feito um "Ser Turista Na Minha Cidade" sobre a Casa dos Bicos, em Lisboa, uma leitora informou-me que mostrando o papel do centro de emprego também se poderia visitar de forma gratuita a Fundação José Saramago, organização que está dentro mesmo edifício. Assim, um destes dias aproveitei para ir conhecer melhor o trabalho do nosso Nobel da literatura, José Saramago

 

Ao longo dos quatro pisos que compõe este edifício, a Fundação Saramago tem uma exposição permanente dedicada à carreira do escritor português, uma loja, com espaço para exposições, um mini auditório onde podemos ver o documentário "José e Pilar" e uma biblioteca com obras deste e de outros autores. Por isso, se quiserem conhecer um poucos sobre a vida e obra deste escritor têm mesmo de visitar esta fundação.

 

Conheçam aqui os seus horários e acessibilidades.

 

PS: Para verem outros "Ser Turista Na Minha Cidade" entrem aqui

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0135.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0138.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0141.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0143.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0145.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0146.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0148.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0153.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0155.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0157.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0160.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0163.jpg

Fundacao_Jose_Saramago_Escritor-0164.jpg

Graziela