Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My Cherry Lips

O My Cherry Lips nasceu da minha vontade de partilhar com os outros tudo o que eu gosto e que faz parte do meu dia a dia. Moda, Beleza, Lifestyle são os seus temas principais. Visitem!

Seg | 08.09.14

Festa do Avante 2014

 

 Fotos: Graziela Costa

 

Dia 31 de Agosto, terminou o meu estágio profissional e infelizmente voltei ao desemprego. No final do mês de Julho, comecei logo a responder a ofertas de emprego e até já fui a duas entrevistas, mas a sorte ainda não me bateu à porta, por isso decidi ocupar o meu tempo ao máximo. Durante esta semana, renovei o passe social, fui ao centro de emprego, informei-me sobre as melhores opções bancárias de poupança, fui a dois workshops da Flag, assisti à ante-estreia no novo filme do Woody Allen, o "Magia ao Luar", saí com os meus amigos, fui ao SPA do Pestana Palace e, finalmente, fui à caminhada da festa do Avante (o que me permitiu ir à festa sem pagar).

 

Como já tinha dito num post anterior, apesar de não ser de nenhum partido sempre tive curiosidade de ir à festa do Avante. Ora, domingo de manhã lá fomos nós caminhar pela marginal do Seixal e da Amora. Foram perto de 7km (contando com as distâncias do transporte à festa) e uma oportunidade de conhecer novas paisagens.

 

Quando cheguei ao Avante, fui logo ver as barraquinhas de artesanato e, quando estava a ver as coisas, estava a tocar a "Dança do Desempregado" do Gabriel O Pensador e pensei "bem, Graziela isto é um sinal para não teres ideias de comprar coisas que não te fazem falta." Fomos descendo a colina e vendo os pavilhões dos diferentes distritos e entretanto encontrámos a minha amiga Diana (ex colega de estágio) e ela disse-nos logo quais os melhores e mais baratos spots para comer e beber. Assim, bebemos uma sangria no Pavilhão de Moçambique e comemos uma pita shoarma no Pavilhão da Palestina. 

 

Com o estômago bem aconchegado visitámos a feira do disco, do livro e de velharias. Sentámos para apanhar sol e ouvir os Ciganos d'Ouro e o Paulo de Carvalho. Vimos mais barracas, bebemos poncha (bebida típica da Madeira), provámos pão de ló de Ovar e eu acabei por comprar umas coisinhas no Pavilhão Chinês e que brevemente vou mostrar nas próximas receitas.

 

Encontrámos também a Ana Paula, a Sara e o Rui e terminámos o dia a ver os Buraka Som Sistema e que belo concerto!

 

Uma nota final, não senti que esta fosse uma festa só para militantes, acima de tudo é uma festa para toda a família, pois vi pessoas de todas as idades e todas estavam felizes e conviviam entre si. Finalmente, nunca tinha apanhado um festival com wc tão limpos (hi5 para o Avante). Para o ano, volto de certeza! Espero é que a Júlia também possa ir.

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Graziela

2 comentários

Comentar post