Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cherry Lips

Um blog sobre moda, beleza e lifestyle, onde partilho convosco tudo o que gosto e que faz parte do meu dia a dia.

Seg | 29.02.16

De visita à La Fabbrica

_MG_1607-11.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Ainda falta um pouco para a primavera, mas como as boas temperaturas estão de regresso a Lisboa, hoje escrevo-vos sobre a minha vista à La Fabbrica, uma pequena geladaria situada na Rua de Dona Filipa de Vilhena 14 A-B (Saldanha).  

 

Como amigas e doces são sempre uma boa combinação, um destes sábados eu e C. fomos conhecer a La Fabbrica e mal entrei fiquei logo fascinada pela decoração. Sim, porque eles têm expostas algumas máquinas da antiga fábrica de gelados da Avenida de Berna e curiosa como sou quis logo saber se funcionavam e o que fazia cada uma delas. Claro que, o melhor foi mesmo ver o senhor Ângelo (o proprietário) e a esposa mostrarem-nos como elas funcionavam.

 

Depois, foi tempo de nos perdermos em gelado, até porque estão disponíveis 12 sabores de gelados (feitos artesanalmente pelo senhor Ângelo): amêndoa, limão, chocolate, baunilha, morango, stracciatella, avelã, caramelo, café e pistácio, entre outros. Como tinha lido algures que eles também fazem bolachas trevo, na hora, aproveitei para provar uma com uma bola de gelado de caramelo e topping de Nutella e posso dizer-vos que estava deliciosa (às vezes uma pessoa tem mesmo de extravasar depois de tantos treinos no ginásio)!

 

No final provámos ainda outros sabores como amêndoa, baunilha e framboesa, sendo que este último se tornou instantaneamente no meu favorito, de entre os que provei, claro. Assim, se procuram um sitio giro para ir comer um gelado com amigas ou como namorado passem para La Fabbrica e se tiver bom tempo aproveitem a esplanada.

 

_MG_1547-1.JPG

_MG_1554-2.JPG

Máquinas da antiga fábrica de gelados da Avenida de Berna

_MG_1557-3.JPG

_MG_1561-4.JPG

_MG_1571-5.JPG

_MG_1578-6.JPG

_MG_1586-7.JPG

_MG_1590-8.JPG

Bolachas Trevo com gelado e topping de Nutella

_MG_1600-10.JPG

Nhami!

_MG_1609-12.JPG

GELADO!!!

_MG_1626-13.JPG

Para aqueles que não têm tempo de ficar na geladaria sabe sempre bem agarrar num gelado e dar um bom passeio.

Graziela
Qui | 25.02.16

Matar as gordurinhas - Parte 10: Sentir-me orgulhosa

1897896_10156473832080648_2490671767123924285_n.jp

Hoje, sinto-me orgulhosa e sinto-me assim porque finalmente estou a recuperar a minha resistência física e consequentemente a ganhar uma motivação extra. Para além disso, a primavera está aí à porta e mais um par de meses e chega o verão. Não que esteja a trabalhar para o biquíni, pois neste momento interessa-me perder peso e ganhar mais resistência, mas sim porque quero ir para os festivais e pode carregar o meu material fotográfico às costas sem dores. Claro, que ainda tenho um longo caminho para percorrer, mas com força de vontade e muitas aulas no Fitness Hut vou conseguir. Por isso, verão 2016, me aguarde!

 

PS: Já agora, Vitor 360 desafio-te para um treino conjunto!

12715675_10156452702880648_5886170677028757358_n.j

Graziela
Qua | 24.02.16

Passatempo/Review Vileda Actifibre

_SAM7525-22.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Nunca gostei de perder muito tempo com limpezas e sempre procurei soluções rápidas. Para além disso, com o estágio, a falta de tempo tem-se tornado cada vez maior, por isso tento usar sempre produtos que me ajudem a simplificar as as tarefas do dia-a-dia. 

 

A pensar em pessoas como eu, a Vileda lançou o Actifibre, um pano microfibra que diz ser o seu melhor pano. Já que, limpa, absorve, retém líquidos de forma eficaz e pode ser utilizado em qualquer parte da casa. Como fã da marca, claro que tinha de o experimentar e posso dizer-vos que estou bastante satisfeita porque basta passar o pano por água, limpar a sujidade e as superfícies ficam prontas – sem rastros ou aqueles pêlos que às vezes os panos costumam deixar. Mais, o Actifibre pode ser usado em qualquer tipo de superfície – cozinha ou casa de banho, mesas de madeira, mármores, etc. No final, só tenho de pôr o pano na máquina e colocar a lavar (podem lavar até 60 graus) com o resto da roupa. Simples, não?

 

Como me parecem produtos bastante úteis para todas as leitoras do Vida de Desempregada tenho para vos oferecer 20 embalagens de Vileda Actifibre. Para se habilitarem a ganhar 1 dos 20 packs  que tenho para oferecer basta preencherem as entradas do formulário abaixo até ao dia 10 de março de 2016 à meia noite (atenção, existem entradas obrigatórias). Este passatempo só é válido para residentes em Portugal. Os vencedores serão apurados via random e contactados por email. Cada pessoa só pode participar uma vez por dia.

 

Boa sorte!

 

a Rafflecopter giveaway

_SAM7526-23.JPG

Cada embalagem traz dois panos

_SAM7534-1.JPG

 Limpinho!

 

Já agora, se quiserem saber mais sobre este produto vejam este vídeo.

 

PS: Também podem participar no passatempo Lutsine.

Graziela
Ter | 23.02.16

Receitas rápidas: Bolo de Noz

_SAM7494-13.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Já tinha saudades de fazer um bolo com a minha mãe e aproveitando o facto de ter recebido uns miminhos da Vahiné pelo dia dos namorados juntei mais umas nozes, da quinta dos meus avós, e fiz este bolo. Simples, rápido e muito saboroso, ora vejam a receita.

 

Ingredientes

Bolo

250g de açúcar

250g de farinha

100g de margarina (Vaqueiro líquida)

4 ovos

100g de nozes (da quinta dos meus avós)

1 colher de chá de fermento (Vahiné)

1 colher de chá de canela moída (Margão)

 

Cobertura

Corações de Açúcar (Vahiné)

Chocolate Pronto A Fundir (Vahiné)

 

Preparação

1- Bata muito bem o açúcar com os ovos inteiros.

2 - Misture a margarina, as nozes (triture-as na picadora), a farinha, o fermento e a canela.

3 - Envolva bem e deite numa forma untada com margarina e polvilhada com farinha (ou utiliza-se o desmoldante para pastelaria e panificação (Sodifer)).

4 - Leve ao forno, a 180º, durante 40 minutos.

5 -  Desenforme o bolo e deixe arrefecer um pouco. 

6 - Leve a cobertura de chocolate ao microondas para derreter e derrame sobre o bolo.

7 - Decore com os corações de açúcar e algumas nozes.

_SAM7429-1.JPG

Alguns dos produtos utilizados

_SAM7449-6.JPG

_SAM7461-8.JPG

_SAM7458-7.JPG

_SAM7487-12.JPG

_SAM7510-18.JPG

Graziela
Seg | 22.02.16

Dicas: usar a garantia da marca

_SAM7410-4.JPG

 Fotos: Graziela Costa

 

Há muito que queria ter uma carteira Longchamp, aliás até escrevi sobre isso no blogue, mas o meu orçamento nunca me permitiu. Ainda assim, no verão passado quando estive de férias em casa da minha tia, em Paris vi que "toda a gente" andava com estas carteiras na rua e ela disse-me que também tinha uma, mas nem ligava aquilo. Usava-a para ir às compras e como a alça se estragou foi para a dispensa. Claro que, eu quis ver a dita cuja e como estava tão "vidrada" na carteira ela disse: "olha, se quiseres fica com ela" e foi o que eu quis ouvir, até porque o meu primo faz arranjos rápidos e facilmente deixou a alça como nova. Só não conseguiu foi arranjar os cantinho rotos da mala, mas mesmo assim trouxe-a comigo para Portugal. 

 

Quando voltei ainda a usei várias vezes, mas como os buracos dos cantinhos estava a ficar maiores tive de a voltar a arrumar. No entanto, outro dia quando fui ao El Corte Inglés passear com uma amiga passámos no stand da Longchamp e por acaso comentei com ela que tinha uma Le Pliage, mas não a conseguia usar por causa do problema dos cantinhos. Curiosamente, a empregada ouviu a nossa conversa e disse-me a marca reparava esse defeito gratuitamente desde que fosse uma carteira original. Bem, fiquei tão feliz que no dia a seguir fui logo lá levar a carteira e passadas três semanas voltou impecável. Ou seja, vale sempre a pena ver se os acessórios (carteiras, relógios e malas de viagem) que compramos têm assistência técnica. Até porque muitas vezes nem temos de pagar para arranjo. Por exemplo, a Eastpak é conhecida pela sua garantia de 30 anos e a Guess também costuma arranjar as suas carteiras gratuitamente. 

 

Conclusão: nunca arrumem uma peça sem ver se há solução! 

 

PS: Podem ver outras dicas neste post.

_SAM7406-1.JPG

Ficou como nova!

_SAM7407-2.JPG

O pormenor dos cantos depois de arranjados (ainda que com marcas de uso).

_SAM7408-3.JPG

Graziela

Pág. 1/4