Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cherry Lips

Um blog sobre moda, beleza e lifestyle, onde partilho convosco tudo o que gosto e que faz parte do meu dia a dia.

Qui | 23.03.17

Aquela base...

Clarins_Teint_Matite-003381.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Sempre fui da opinião de que mais vale um bom produto, ainda que caro do que mil baratuchos que só desenrascam, tanto que durante muitos anos só usei a base líquida de uma marca daquelas "bem puxadas". No entanto, sempre que a minha base habitual acabava testava novos produtos e desta vez testei a Fond de teint Pores et Matité da Clarins. Uma base que ajuda a combater poros dilatados e brilhos e que é perfeita para usar em ambientes onde esteja muito calor, já que ela adere mesmo à vossa pele, uniformizando e dando-lhe um aspeto mais liso ou para quem tem uma pele mais oleosa.

 

No meu caso, apesar de ter pele seca, gostei desta base porque dura muito tempo (podemos comer, beber, lavar os dentes e molhar a cara à vontade que ela não sai facilmente) e acima de tudo não se cola ao ecrã da máquina fotográfica. Algo que me costuma acontecer quando uso uma base líquida (mas, esta tem uma textura bem mais espessa). Outra coisa que gosto nela é o facto de ser fácil de aplicar com as mãos (sim, gosto mais de aplicar as bases com as mãos porque sinto que consigo "espalhar" melhor).

 

Atualmente, a Fond de teint Pores et Matité da Clarins está disponível em cinco tons e pode ser encontrada em quase todas as perfumarias do país. Como é um produto com um preço significativo aconselho-vos a experimentar na loja ou a dirigirem-se a um corner da marca no El Corte Inglés.

Clarins_Teint_Matite-003380.jpg

Graziela
Qua | 22.03.17

O Peeling Líquido que fez as delícias da mãe e da filha

The_Body_Shop_Drops_Of_Youth-003383.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Nos últimos meses, todos os fins de semana tiro uma horinha para tratar de mim, isto é faço uma esfoliação, uma máscara, limpo a pele e pinto as unhas. Como ultimamente a minha mãe tem vindo passar mais fins de semana comigo tenho tentado que ela também faça a mesma rotina, primeiro porque é uma forma dela cuidar mais de si e segundo porque é muito mais divertido fazer tratamentos beleza com a mãe ou com as amigas. 

 

Recentemente, a The Body Shop enviou-me o novo Peeling Líquido da linha Drops of Youth (uma linha da qual já vos tinha falado neste post) para testar e depois de um primeiro teste cujo o resultado foi fantástico decidi que tinha partilhar esta novidade com a minha mãe. Nesse sentido, expliquei-lhe que bastavam duas "borrifadelas" de produto e depois só tinha do "esfregar" no rosto durante 30 segundos. Engraçado é que ao fim de 10 segundos ela já dizia "olha olha estão mesmo a sair as peles mortas" e depois de limpar todos os resquícios de produto e lavar o rosto com água ela remata com "Graziela  tenho mesmo de ir comprar este produto!". Bem, não imaginam a minha cara de orgulho ao saber que a minha mãe tinha adorado um dos meus novos "rituais" de beleza, sim porque ela não tem paciência nenhuma para fazer máscaras e afins. Assim, se procuram um produto que faça com que a vossa pele fique com uma textura de "pele de bebé" têm mesmo de experimentar o Peeling Líquido da linha Drops of Youth e olhem que o cheiro é bem mais suave que os restantes produtos desta gama (para mim foi ótimo porque não gostava do cheiro do creme de rosto). Quanto à textura posso dizer-vos que é parecida com as dos séruns da maioria das marcas, logo não vão sentir que o produto está a "colar" na vossa cara.

The_Body_Shop_Drops_Of_Youth-003385.jpg

Graziela
Ter | 21.03.17

Às vezes é preciso recomeçar

14702509_1292812720750898_5783107985119150958_n.jp

Para quem segue o blog habitualmente sabe que nos últimos dois anos vivi um turbilhão de emoções. Perdi o meu pai, mudei de emprego várias vezes, eu e o meu namorado de cinco anos acabámos, perdi a minha casa de família, mas nunca vos confessei que a certa altura já não queria viver. Estava de tal forma exausta e a sentir-me perdida que mesmo com pessoas à minha volta me sentia sozinha. Aliás, essa foi uma das razões pelas quais há quase cinco anos atrás criei o Vida de Desempregada.

 

Na altura, estava desempregada há cerca de um ano, sem subsídio de desemprego (vinha de trabalhos com recibos verdes), mas com muita vontade de ser independente e não de não ter de pedir nada aos meus pais. Não que eles não me quisessem ajudar, mas porque não queria ser mais um fardo para eles (problemas já eles tinham)... queria mostrar a toda a gente que tal como a maioria dos portugueses eu iria "desenrascar-me" e assim foi. Nos dois anos que estive desempregada fiz estudos de mercado, inquéritos online, provas de comida, trabalhos com freelancer e até passei por um call center. Experiências que me fizeram crescer enquanto mulher e que me mostraram que com empenho conseguimos tudo. Um "tudo" que eu quis partilhar neste blog para que outras pessoas na mesma situação pudessem aproveitar e ter uma melhor qualidade de vida.

 

Entretanto, surgiu um estágio profissional onde passei por muitos "testes" e uma certeza: a de que no final do ano, eu e os meus colegas estagiários iríamos para a "rua". No entanto, isso não me esmoreceu (nem algumas pessoas com as quais lidei) e no final até tive 20! Algo que nos cinco meses seguintes me deu alento para uma nova procura de emprego. Já em 2015 começava a trabalhar em duas publicações bem conhecidas e ao fim de seis meses quando não me renovaram o contrato e me "puxaram o tapete" tive de repensar a minha vocação. Foi nessa altura que aceitei fazer o meu terceiro estágio e cheia de expetativas comecei um novo desafio. E que desafio, pois ao fim de um ano de muitos altos e baixos que deram "cabo de mim" a nível psicológico (tanto que precisei de ajuda) decidi que estava na hora de procurar um novo caminho.

 

Caminho esse que comecei em fevereiro deste ano e que apesar de intenso está a ser emocionante, pois tenho uma equipa que adoro, sinto todos os dias que existe um espírito de entre ajuda entre nós e finalmente estou a trabalhar na área que me faz bater o coração mais rápido: fotografia.

 

O amor, a casa e tudo resto também se irá "compor", mas uma coisa que estes dois anos me ensinaram é que às vezes é necessário arriscar, fazer coisas parvas, afastar-nos de pessoas "tóxicas" e eventualmente recomeçar e isso é o que estou a tentar fazer neste momento. 

Graziela
Seg | 20.03.17

Já conhecem a Lifecooler?

lifecooler.jpg

A primavera começa hoje e com ela chega também a oportunidade de viver novas experiências e a convite do Lifecooler nos próximos meses vou partilhar convosco alguns sítios bem giros para visitar no nosso país.

 

É certo que anteriormente já partilhei convosco outras plataformas do género, mas para quem ainda não conhece, o Lifecooler é o "portal de turismo e lazer mais visitado em Portugal" e uma boa alternativa para encontrar restaurantes, hotéis e atividades para todas as ocasiões. Para além disso, podem sempre aproveitar os descontos que eles oferecem na sua loja online.

 

Eu já tenho alguns locais em vista e até já ando a planear uma escapadinha para surpreender a minha mamã, no dia da mãe. Por agora convido-vos a conhecer os packs (que se comprarem numa Worten até podem utilizar o truque dos cartões de refeição) e área fashion onde podem encontrar marcas como a Vans, Lacoste, Converse ou Puma a preços bem mais em conta (e vocês já sabem que eu adoro um bom desconto eheheh).

 

E você já conheciam este portal? Recomendam-me algo em especial? Fico à espera das vossas dicas. ;)

Graziela
Sex | 17.03.17

Receitas rápidas: Banachoc saudável

Aveia_Banana_Canela-003021.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Chocolate em moderação nunca fez mal a ninguém e se for cacau puro melhor ainda, por isso hoje partilho convosco uma nova sugestão de pequeno almoço bem saudável: banachoc. Um "petisco" docinho que eu não dispenso aos fins de semana.

 

Ingredientes

Meia banana

Canela qb. (Margão)

3 colheres de sopa de flocos de aveia (Lidl)

1 iogurte natural (Lidl)

15g de Despertar do Buda Cacau Cru (Iswari)

 

Preparação

1 - Parta a banana em rodelas.

2 - Numa taça deite o iogurte.

3 - Espalhe o Despertar do Buda.

4 - Acrescente os flocos de aveia.

5 - Decore com as rodelas de banana.

6 - Polvilhe com canela e se quiser coloque também sementes de chia.

Aveia_Banana_Canela-003027.jpg

Aveia_Banana_Canela-003033.jpg

 Alguns dos igredientes utilizados

Graziela