Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cherry Lips

Um blog sobre moda, beleza e lifestyle, onde partilho convosco tudo o que gosto e que faz parte do meu dia a dia.

Qui | 18.01.18

O pequeno livro da felicidade

Logitech-9678.jpg

Foto: Graziela Costa

 

A felicidade tem muito que se lhe diga e se para muitos são bens materiais para outros são apenas sensações e sentimentos. Para mim é um misto das duas, mas nos últimos 3 anos tem sido dificil encontrá-la por mais que breves momentos. Por isso, decidi começar a procurar alguns livros sobre o assunto, basicamente livros de "auto-ajuda".  

 

As opções atualmente disponíveis no mercado são mais que muitas e se por um lado temos os tradicionais autores americanos, do outro "chovem" manifestos escandinavos (sobre os quais irei escrever em breve). Assim, decidi ir mais longe e procurei algo nacional e encontrei "O pequeno livro da felicidade" (Manuscrito Editora). Um livro da Susana Almeida, autora do projeto "Feliz é Quem Diz", que faz ilustrações tão giras que nos deixam sempre de "sorriso de orelha a orelha".

 

Com pequenos projetos e ideias para relembrar e encontrar a felicidade nas coisas mais simples da vida, "O pequeno livro da felicidade" traz cinquenta e duas frases que nos inspiram a ser mais feliz. Para além disso, está repleto de belas ilustrações e nele até podemos colar fotografias, desenhos e outras memórias para mais tarde recordar. 

 

Em suma: o livro ideal para começarmos o novo ano mais felizes (eu pelo menos estou a tentar seguir à risca as suas dicas)!

Graziela
Ter | 16.01.18

Cheirinho a cereja: Nivea Body Lotion & Oil Cherry Blossom

Nivea_Body_Lotion_Cherryblossom-0106-min.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Bem, acho que o nome do blog espelha bem a minha paixão por cerejas e no que toca à "alimentação do meu vício" a área da beleza é uma das mais fortes. Por isso, quando vi nas lojas o Nivea Cherry Blossom quis logo experimentar. Aliás, na altura até arranjei umas amostras, mas só agora consegui fazer review do produto.

 

Com as características chave que os produtos da Nivea já me habituaram (boa relação qualidade/preço), este Body Lotion & Oil de Cherry Blossom tem uma textura suave, espalha-se bem e tem um cheirinho a flor de cerejeira que se prolonga ao longo do dia. 

 

A embalagem é prática (com uma capacidade de 200ml) e ao fim de algumas utilizações já notamos a nossa pele bastante macia e hidratada.

 

O melhor é mesmo o preço (cerca de 4,49 euros) e a facilidade de encontrar este produto em qualquer superficie comercial.

Nivea_Body_Lotion_Cherryblossom-0108-min.jpg

Um produto com uma boa relação qualidade/preço

Nivea_Body_Lotion_Cherryblossom-0110-min.jpg

Graziela
Sex | 12.01.18

Música às sextas - Jessie Ware - Glasshouse

JessieWareGlasshouse.jpg

Sejam bem vindos ao primeiro "Música às Sextas" de 2018, um ano que eu espero que seja recheado de bons discos! No entanto, hoje ainda vos escrevo sobre um álbum editado no ano passado: "Glasshouse" de Jessie Ware.

 

Considerado um dos melhores álbuns de 2017, o terceiro álbum da cantora britânica teve como primeiro single "Midnight". Uma música com algum dramatismo, mas sem dúvida uma das mais interessantes deste novo disco. Segue-se "Thinking About You", uma canção apaixonada, com um refrão "orelhudo", que nos dá vontade de cantar. Pelo meio "Stay Awake, Wait For Me", um tema com um toque mais Jazz e muito girl power.

 

Depois, a puxar para a dança "Your Domino" e "Selfish Love", sendo que a primeira é mais eletrónica e a segunda lembra um tango. Aliás, para mim é mesmo a melhor canção do disco. Menção honrosa ainda para "Alone" e "First Time" que bem que poderiam, ter sido escritas para a banda sonora de um filme romântico.

 

Por fim, destaco o dueto "fofinho" com Paul Buchanan dos The Blue Nile, a balada "Slow Me Down" e a belíssima "Sam", uma homenagem ao marido e à filha da cantora.

 

Em suma: um álbum Pop com nota máxima onde não são precisos grandes artefactos, pois a cristalina voz de Jessie Ware chega e sobra para dar "corpo" às canções do disco.

 

Agora, deixo-vos algumas músicas deste "Glasshouse" e espero que a Jessie volte a Portugal em breve. Até porque já passaram uns anitos desde que ela tocou no Nos Alive.

  

 Midnight

 

 Selfish Love

 

 Alone

Graziela
Qua | 10.01.18

Bio-Oil em review

Biooil-005037.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Depois de meses a testar, hoje escrevo finalmente a review do Bio-oil. Um produto que me deram a conhecer há uns meses e sobre o qual já tinha lido muitas coisas.

 

Ora, segundo o que havia lido, o Bio-oil é um óleo especializado em cuidados de pele que ajuda a melhorar a aparência das estrias, cicatrizes e tons de pele irregulares, assim como ajuda a combater a desidratação e o envelhecimento da pele do rosto e corpo.

 

Em relação à minha experiência posso "dizer-vos" que sim, este produto ajuda a atenuar o aspecto das estrias e cicatrizes, mas não vai fazer com que elas desapareçam, por isso se procuram um produto para acabar com elas este não é o indicado. No entanto, acho que funciona muito bem no que toca a devolver a hidratação à nossa pele. Digo isto, porque segundo o que diz no site da marca para que o Bio-oil tenha efeitos visíveis tem de ser aplicado no mínimo durante três meses (usei um frasco de 200ml de produto durante o período indicado), mas ao fim de duas semanas (usando de manhã e à noite) eu já notava minha pele mais hidratada. Já as minhas cicatrizes nas costas não desapareceram nem mudaram muito de aspeto, o que é pena porque como tenho essas manchas não me sinto à vontade para usar roupas com "costas à vista".

 

Claro que, os resultados do uso de Bio-oil vão variar de pessoa para pessoa, mas como eu sou persistente vou continuar a usá-lo, para ver se pelo menos consigo atenuar as estrias resultantes das minhas variações de peso.

 

Para quem ainda não experimentou e está com curiosidade aconselho-vos a começar pela embalagem mais pequena (existem três formatos disponíveis em Portugal: 60, 125 e 200ml) para ver se gostam da textura (é semelhante à de um óleo de massagem e eu adoro) e do cheiro a plantas, nomeadamente: calêndula, camomila, alecrim e lavanda.

 

Ah e quando o usarem, deixem "secar" uns minutos antes de se vestirem porque apesar do Bio-oil não manchar a roupa vai deixar-vos mais confortáveis. ;) 

Biooil-005041.jpg

 Disponível em vários formatos

Biooil-005056.jpg

Graziela
Ter | 09.01.18

Ano novo, batom novo

Lady_Lily_O_Boticario-0060.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Desde pequena que adoro batons. Mate, lip gloss, com brilho, acetinados, em bastão, boião ou mesmo com pincel... A verdade é que sou fã de todos. No entanto, sou mais esquisita com as cores e acabo por andar sempre nos rosa ou vermelhos. Basicamente, os tons mais comuns e os que eu acho que me ficam melhor.

 

Como tenho esperança que 2018 seja um ano forte decidi também começar ano com um batom mais forte: o batom líquido Grand Rouge Elixir na cor Rouge 111, da Yves Rocher.

 

A versão batom líquido do clássico Grand Rouge, cuja review podem ver aqui, com acabamento mate e cores igualmente ultra pigmentadas.  Um produto que deixa os lábios suaves, cheirosos (tem um cheiro adocicado bastante interessante), com uma boa cobertura e com um pigmento que pode durar até 12 horas. Muito bom, não acham?

 

Por fim, a embalagem: dourada, mais prática do que a do Grand Rouge, mas igualmente elegante. Assim, para quem estiver à procura de um batom giro e relativamente barato (custa 10,99 euros) aconselho-vos a falarem com uma revendedora Yves Rocher.

Lady_Lily_O_Boticario-0062.jpg

 Batom líquido Grand Rouge Elixir na cor Rouge 111, da Yves Rocher

Graziela