Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cherry Lips

O My Cherry Lips nasceu da minha vontade de partilhar com os outros tudo o que eu gosto e que faz parte do meu dia a dia. Moda, Beleza, Lifestyle são os seus temas principais. Visitem!

Qui | 16.11.17

O meu querido Garnier Ultra Suave

Garnier_Ultra_Suave_Agua_de_Coco-7784.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Desde miúda que adoro embalagens interessantes. Aliás, quando ia ao supermercado ficava especialmente delirante com embalagens dos produtos de beleza, principalmente com as dos  champôs porque eram super coloridas.

 

Uma das que mais gostava, era precisamente a do Garnier Ultra Suave porque era transparente e tinha cores bem vivas. Até me lembro da minha prima usar religiosamente o Garnier Ultra Suave de camomila e de quando ia a casa dela, eu aproveitar para usar o champô porque achava piada à embalagem. Curiosamente, a gama de camomila nem é a indicada para mim, mas ao longo dos anos eles foram lançando várias gamas e recentemente lançaram a de Água de Coco & Aloe Vera. Uma linha que se destina a pessoas cujo couro cabeludo necessita de hidratação, mas que não querem sentir o cabelo pesado.

 

Como o meu cabelo é encaracolado e requer sempre produtos ricos em substâncias hidratantes (e pela textura dos produtos nota-se logo) aproveitei para experimentar esta nova linha e posso dizer-vos que é uma boa opção no que toca à relação preço/qualidade (PVR: Champô 250 ML: 3,49€; Champô 400 ML: 5,29€; Amaciador 200 ML: 3,49€; Amaciador 400 ML PT: 5,29€). Primeiro porque se encontra à venda em todos os supermercados, segundo porque cheira super bem e terceiro porque deixa o cabelo bastante macio e hidratado. O único senão é ainda não ter uma máscara complementar, isto porque eu gosto de usar condicionador no ginásio (é mais rápido) e máscara em casa. Ainda assim acho vão adorar o efeito que tanto o champô como o condicionador deixam no vosso cabelo.

Garnier_Ultra_Suave_Agua_de_Coco-7790.jpg

Graziela
Qua | 15.11.17

Maquilhagem Clarins FW 2017

Clarins_Makeup-7607.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

O outono chegou finalmente e com ele chegou também a nova coleção de maquilhagem da Clarins. Inspirada nos grandes pintores, "Graphik" é marcada por tons escuros como os cinzas, os azuis e os verdes, que se destacam com um toque de brilho.

 

Os olhos ganham duas novas sombras Ombre Matte (adoro a minha azul metalizado) uma nova palette com quatro cores (com um pigmento incrível), perfeita para fazer smokey eyes e um eyeliner gráfico, de cor negra e com traço de alta precisão para ajudar a criar um olhar ainda mais sexy.

 

Destaque também para os lábios que ganham dois novos lápis de contorno (um mais rosado e outro mais vermelho) e três batons Joli Rouge Matte, que para além de deixarem os lábios hidratados têm cores lindas, uma delas aquela cor vermelho cereja que eu tanto gosto.

 

No que toca à preparação do rosto, a Clarins lançou a base Everlasting Cushion, uma base com um bom poder de cobertura, que se aplica com a ajuda de uma esponja (é a primeira vez que uso um produto assim e estou a adorar a forma de aplicação) deixando a pele com uma textura bastante natural, ao mesmo tempo que a protege graças ao SPF 50 / PA+++ e ao seu complexo anti-poluição.

 

Ah e para quem não gosta de ficar com brilhos existe ainda um novo produto que vocês tem de conhecer: o Everlasting Compact Foundation (uma base ultra matte compacta), que graças à sua esponja dupla pode ser usado para um acabamento mais luminoso ou para um acabamento mais natural. A escolha é vossa!

 

Por último, enaltecer mais uma vez as fantásticas embalagens douradas da Clarins, que nos fazem sentir mais glamourosas só de olhar.

 

Os meus produtos favoritos desta coleção são sem dúvida os batons e o eyeliner que mesmo para quem é trapalhona como eu se torna fácil de usar.

 

PS: Até dia 10 de dezembro convido-vos também a acender uma luz na árvore de Natal Clarins, ajudando assim a transformar o presente de muitas crianças num futuro melhor. Sendo que, por cada luz acendida, a marca contribui com 0,50€ para a Associação Novo Futuro e vocês ainda recebem um kit de amostras. Vejam aqui como participar grátis.


Clarins_Makeup-7589.jpg

Clarins_Makeup-7590.jpg

Base Everlasting Cushion

Clarins_Makeup-7591.jpg

Everlasting Compact Foundation

Clarins_Makeup-7594.jpg

O Batom Jolie Rogue que eu tanto amo

Clarins_Makeup-7598.jpg

Lápis de contorno de lábios 

Clarins_Makeup-7599.jpg

 Sombra Ombre Matte e Palette 4 Couleurs

Clarins_Makeup-7601.jpg

 Graphik Ink Liner

Graziela
Ter | 14.11.17

Stay Hotel Porto Centro Trindade

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006441.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Nos últimos anos tenho-me tornado cada vez mais adepta das "escapadinhas de fim de semana", primeiro porque normalmente não tenho tempo para mais e segundo porque o budget geralmente também não é muito. Assim sendo, hoje escrevo-vos sobre o Stay Hotel Porto Centro Trindade, um novo hotel localizado mesmo no centro do Porto, onde estive recentemente a passar um fim de semana.

 

Moderno, com uma decoração minimalista e os serviços essenciais, o Stay Hotel Porto Centro Trindade está avaliado em três estrelas e tem à nossa disposição 73 quartos em tipologias One, Double e Twin. Eu fiquei num quarto Double e adorei, primeiro porque a minha cama era super confortável, segundo porque tinha muitos canais de televisão à escolha e terceiro porque tinha chaleira, algo que para mim é essencial num quarto de hotel. O único senão era mesmo o barulho dos carros a passar sobre os paralelos mas, se pedirem eles trocam o quarto.

 

A diária do hotel inclui também pequeno-almoço e posso dizer-vos que tem bastante variedade de bolos, pães e assim... Pena é não ter ovos mexidos/cozidos, mas quem sabe no futuro eles não incluem.

 

À nossa disposição tínhamos ainda um lobby com computador, revistas e claro WIFI com um bom sinal. Ou seja, este hotel é o sítio perfeito para ficar durante uma ida ao Nos Primavera Sound, uma escapadinha romântica ou mesmo numa viagem de negócios.

 

No final o balanço é positivo e eu espero voltar (entretanto também vou publicar um roteiro de atividades para fazerem num fim de semana).  

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006439.jpg

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006442.jpg

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006443.jpg

Lobby

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006166.jpg

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006448.jpg

Bar

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006183.jpg

O meu quarto

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006178.jpg

Miminhos à chegada

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006431.jpg

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006188.jpg

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006190.jpg

Adoro beber chá à noite

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006170.jpg

A selfie da praxe

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006176.jpg

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006436.jpg

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006428.jpg

A vista do meu quarto

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006444.jpg

Pequeno almoço

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006193.jpg

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006194.jpg

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006195.jpg

Stay_Hotel_Porto_Trindade_Centro-006446.jpg

Graziela
Seg | 13.11.17

In Beauty 2017

In_Beauty_Altice_Arena-4581.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Bem sei que estou deveras atrasada, mas felizmente é por um bom motivo: trabalho. No entanto, não podia deixar de vos contar como foi a última edição da In Beauty (ainda que tenha feito muitas stories e tenha partilhado no Facebook do blog). Uma feira dedicada aos profissionais e amantes da beleza, que mais uma vez encheu o Meo Arena (agora Altice Arena).

 

Promoções, demonstrações, desfiles e muitas novidades foram os principais ingredientes dos três dias desta In Beauty 2017. Sendo que, eu aproveitei para conhecer a nova gama Santo Black da Embelleze, os novos decalques de unhas da Andreia, as novas cores de vernizes da Inocos, da Kinetics e os produtos da Gota Dourada. Fiz o meu próprio batom na Essence, experimentei uma sessão de depilação a laser, fiz novos contactos e acima de tudo revi amigas. Aliás, dei-me conta que a In Beauty é evento ideal para irmos com nossas amigas ou não fosse o local mais fixe para conhecermos os últimos tratamentos na área da beleza.

 

Debaixo de olho ficaram muitos vernizes, batons e pentes (sim, eu não uso escova), mas acreditem ainda trouxe umas boas coisinhas que espero que durem até à Expocosmética. A próxima maratona dos apaixonados por beleza.

 

Agora, deixo-vos algumas fotos do evento. 

In_Beauty_Altice_Arena-4548.jpg

No stand da Embelleze

In_Beauty_Altice_Arena-4550.jpg

In_Beauty_Altice_Arena-4552.jpg

Rastreio capilar

In_Beauty_Altice_Arena-4556.jpg

Sou só eu que adoro tesouras?

In_Beauty_Altice_Arena-4557.jpg

Em breve vou escrever sobre os produtos Gota Dourada

In_Beauty_Altice_Arena-4559.jpg

In_Beauty_Altice_Arena-4634.jpg

Laboratório Essence

In_Beauty_Altice_Arena-4565.jpg

O meu batom com cheiro a maracujá

In_Beauty_Altice_Arena-4566.jpg

In_Beauty_Altice_Arena-4567.jpg

Viciadas em batons

In_Beauty_Altice_Arena-4570.jpg

In_Beauty_Altice_Arena-4572.jpg

Tão fofinha esta Maria Inocos

In_Beauty_Altice_Arena-4574.jpg

In_Beauty_Altice_Arena-4577.jpg

Demonstrações

In_Beauty_Altice_Arena-4579.jpg

As novidades da Andreia

In_Beauty_Altice_Arena-4584.jpg

In_Beauty_Altice_Arena-4585.jpg

Kinetics, uma marca a descobrir em breve

In_Beauty_Altice_Arena-4588.jpg

Workshops

In_Beauty_Altice_Arena-4589.jpg

Os brilhos tendência

In_Beauty_Altice_Arena-4592.jpg

As últimas novidades em termos de tratamentos de beleza

In_Beauty_Altice_Arena-4633.jpg

Casa cheia mais uma vez

In_Beauty_Altice_Arena-4638.jpg

Graziela
Qui | 09.11.17

DIY - Jarra de flores

Jarra_Tulipas_DIY-7693.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Apesar de já há algum tempo andar a pensar em instalar TV por cabo cá em casa, só há pouco me decidi e desde então a minha mãe monitoriza a televisão no canal da Reciclagem, às vezes até me chateia. No entanto, volta não volta aparece-me com ideias giras e fáceis de aplicar no blog.

 

Como recentemente me ofereceram um ramo de tulipas e eu queria fotografá-las (usei-as neste post), mas não tinha uma jarra suficientemente larga para a quantidade de flores que tinha, a minha mãe lembrou-se de pôr em prática um dos projetos que tinha visto na televisão: uma jarra de flores feita com materiais reciclados. Uma ideia gira, simples e que deu origem a este post de DIY.

 

Assim, para fazer uma jarra de flores como a da fotografia acima vão precisar dos seguinter materiais

1 lata (daquelas de leguminosas se quiserem uma jarra grande ou de cogumelos se quiserem uma pequena)

Cascas de árvore (estas são de plátanos e vieram do parque aqui ao pé de casa, mas também podem usar cascas de outras árvores)

Ráfia

 

Depois basta seguir os passos descritos abaixo:

 

Jarra_DIY-4742.jpg

1 - Depois de extrair o conteúdo. Lave e retire o invólucro da lata;

Jarra_DIY-4740.jpg

2 - Corte as cascas de árvore de forma a ficarem cerca de um dedo acima da altura da lata;

Jarra_DIY-4741.jpg

 3 - Corte vários fios de ráfia.

Jarra_DIY-4744.jpg

 4 - Segure bem e faça um laço ao centro.

Jarra_DIY-4739.jpg

 *Se quiser que o arranjo aguente mais tempo também pode colar as cascas à lata.

Jarra_Tulipas_DIY-7694.jpg

 O resultado final

Graziela
Ter | 07.11.17

Fotografia é trabalho

fotografa_Graziela_Costa.jpg

Antes de mais quero "dizer" que pensei muito antes de escrever este texto, mas algum dia tinha de ser. Não só porque tenho isto cá "entalado" há muito tempo, mas porque acho importante que se "fale" sobre esta questão: fotografia é um trabalho e há que respeitá-lo como tal.

 

Uma fotografia não nasce só de um clique, ela vem do que vimos e do que vivemos até chegar aquele clique, isto é houve um passado que contribuiu para que tivéssemos fotografado aquele assunto daquela maneira. Não foi só chegar ali, carregar no botão e "puft fez-se chocapic", pois muitos de nós fotógrafos estudámos para fazê-lo. 

 

No meu caso, o meu primeiro contacto com a fotografia foi através da minha mãe, pois quando era pequena, ela tinha uma Kodak e tirava-me muitas fotografias. Mais tarde, aos 8/9 anos e depois de eu ter estragado a sua máquina fotográfica de tanto tentar fotografar sem rolo, os meus pais ofereceram-me uma máquina da Barbie e assim comecei a fotografar os animais da quinta onde vivia, os passeios que fazíamos e até os meus colegas da escola (eles não se devem lembrar, mas eu ainda guardo os negativos).

 

Entretanto, os rolos começaram a ficar muito caros e a fotografia ficou um pouco de lado para mim (ainda que o bichinho tivesse ficado lá, principalmente o da Polaroid), mas aos 15 anos por causa do Fotolog voltei à fotografia. Primeiro com as máquinas digitais dos meus amigos e depois com a minha própria máquina. Fotografava paisagens, fazia auto-retratos e todas aquelas fotos clichés que fazemos nessa idade. 

 

Já aos 18 anos quando fui repetir o 12º ano para Coimbra integrei o Clube de Fotografia da Escola Secundária Avelar Brotero onde aprendi as técnicas básicas, a revelar, fiz muitos exercícios e o bichinho da fotografia continuava a crescer em mim. Aliás, até pensei em ir estudar Fotografia para a ESAP. No entanto, como os meus pais não podiam pagar-me uma universidade privada, acabei por seguir Novas Tecnologias da Comunicação, na Universidade de Aveiro, mas à medida que o curso evoluía, a paixão pela Fotografia crescia e daí a começar a colaborar com o Diário de Aveiro, foi um instante.

 

Lá fotografava e escrevia sobre concertos que via e sentia que estava a evoluir cada vez mais, ainda que fosse um trabalho pro bonno. Só que, a certa altura a minha máquina compacta já não servia as minhas necessidades e os meus colegas não podiam estar sempre a emprestar-me as máquinas deles. Assim, convenci os meus pais a ajudar-me e comprei a minha primeira máquina reflex (entretanto já lá vão umas quantas), máquina essa que foi paga a prestações, com a promessa que eu começaria a fazer trabalhos pagos para abater o seu valor.

 

Ora aí começava o problema! As pessoas gostavam muito das minhas fotografias, mas era só isso. Pagar para uma sessão fotográfica, para fotografar um concerto, um batizado, uma festa ou mesmo um casamento, não. Aí chamavam os ditos "profissionais".

 

Injusto, não? No entanto, o meu prazer em fotografar era tanto, que acabava por fotografar muita coisa à borla, com a desculpa de juntar para o meu portefólio. 

 

É certo, que esse portefólio me levou aos jornais e revistas onde trabalhei e até a alguns trabalhos como freelancer, mas ainda assim sentia que as pessoas "não me levavam a sério", era sempre a miúda que tinha jeito para fazer fotografias. Assim, quando fiquei desempregada decidi arriscar tudo e tirar um curso de Fotografia profissional na Restart. Um curso, que além do meu pouco dinheiro (muitas vezes não sabia como ia pagar a mensalidade, mas orgulho-me de nunca ter pedido dinheiro aos meus pais) me custou também o meu trabalho (trabalhei na escola, fazia parte das regras da meia bolsa que tive).

 

Entretanto, ainda fiz um curso de Fotografia de Moda para me especializar na área que mais gosto, mas 90% das vezes continuo a trabalhar em comunicação. E porquê? Porque as pessoas cada vez mais acham, que não vale a pena pagar pelo trabalho de um fotógrafo. Até porque há sempre um amigo que tem jeito, uma máquina e até faz umas fotos engraçadas.

 

Esquecem-se é que o trabalho de um fotógrafo não é só ir lá tirar umas "chapas", ele tem de observar, "estudar" os sujeitos, a luz, ver a composição, clicar e chegar a casa e editar as vossas fotografias para torná-las "maravilhosas".

 

Aliás, quando contratam um bom fotógrafo, podem estar descansados, que não vos vão entregar fotos com uns efeitos manhosos, desfocadas ou com enquadramentos marados. Aquele fotógrafo, está ali para tornar aqueles momentos em recordações únicas.

 

Tanto que, hoje em dia cada vez digo mais "não" quando me pedem ou sugerem certas coisas. Não, porque são muitas as vezes que me dizem "Ah! Não queres vir à minha festa, trazes a tua máquina e fazes umas fotografias?", "Não, não quero.", "Não quero, porque não sei se me estás a convidar porque queres a minha presença ou porque queres que tire umas fotos profissionais da tua festa." ou o clássico "Olha, não me podes fazer umas fotografias e eu mostro aos meus amigos? Pode ser que eles também queiram?" Sim, eles vão querer, mas vão querer uma borla tal como tu, por isso não".

 

Quando digo "não", faço-o não só por respeito ao meu trabalho, mas também pelos meus colegas fotógrafos, até porque para chegar onde cheguei, tive de investir na minha formação, no meu material fotográfico (quantas vezes tive a dispensa quase vazia para juntar para comprar as coisas) e tive de empregar o meu tempo para aprender e para editar, logo o que é que eu ganho ao fazer "borlas"? Amizade? É que a amizade não deve vir do interesse, nem paga as contas,pelo menos a mim.

 

Com isto, quero dizer, que quando pensarem em Fotografia, não pensem nela só como um hobbie, que para muitos é, mas que para outros tal como eu, é um trabalho e por isso deve ser respeitado e pago como tal.

 

Posto isto, caso precisem de uma fotografa, estou disponível para todo o tipo de trabalhos sejam eles eventos, festas, books de pessoas/animais, casamentos, batizados ou produtos. Eu vou dar o meu melhor!

 

PS: Podem ver a aqui a minha página de fotografia.

Graziela
Seg | 06.11.17

Japanese Matcha Tea Mask by The Body Shop

The_Body_Shop_Mask_Tonic-7713.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Um das coisas que mais gosto de fazer aos fins de semana é uma máscara de beleza e desde que experimentei as da The Body Shop não quero outra coisa. Conheci-as através das amostras que eles pontualmente vão oferecendo na loja e depois de me ter rendido à Ethiopian Honey (uma máscara de hidratação), foi a vez de me render à Japanese Matcha Tea. Uma máscara anti poluição que limpa/relaxa a nossa pele e que já faz parte do meu ritual de beleza semanal.

 

Para a aplicar primeiro limpa-se o rosto com uma água micelar, depois faz-se uma esfoliação (uso o peeling líquido da The Body Shop, cuja review podem ver aqui) e depois sim, espalha-se a máscara pelo rosto (não estranhem o cheiro a "erva" que ela tem porque é mesmo cheiro de natureza). Deixa-se atuar durante 10 minutos (entretanto costumo sentir um pequeno ardor, mas passa depois de retirar a máscara), esfrega-se para fazer uma segunda esfoliação com as partículas da máscara, limpa-se com água e em seguida aplica-se um creme hidratante (costumo usar este).

 

No final a pele fica mais lisa, mais luminosa e prontinha a enfrentar mais uma semana louca (e eu bem mais relaxada)!

 

E vocês costumam usar máscaras de beleza? Quais as vossas favoritas?

The_Body_Shop_Mask_Tonic-7716.jpg

Graziela
Sex | 03.11.17

Passatempo Ante-Estreia Um Homem de Família

A-FAMILY-MAN_WEB_720x1024px_v2.jpg

Dane (Gerard Butler), um caça talentos que trabalha 70 horas semanais, batalha com a sua rival Lynn (Alison Brie) pela posição de diretor da empresa. Durante a sua luta no trabalho, Dane vê o filho de 10 anos, Ryan (Max Jenkins), ser internado com leucemia e o seu pior pesadelo tornar-se realidade...
 
Uma história para ver nos cinemas já a partir do próximo dia 16 de novembro, mas que vocês vão poder ver antes de toda a gente, isto porque em parceria com o Cinemundo tenho para vos oferecer 10 convites duplos (5 duplos para cada localidade) para assistirem às ante estreias de "Um Homem de Família".
 
As ante-estreias decorrem dia 14 de novembro, às 21h30 em Lisboa (UCI El Corte Inglés) e no Porto (Nos NorteShopping Matosinhos). Para se habilitarem a um dos convites basta preencherem o formulário abaixo (uma dica: as respostas estão no trailler) até dia 12 de novembro de 2017 à meia noite.
 
Boa sorte!
 

 

"Um Homem de Família" 

 

Realizador: Mark Williams
Elenco: Gerard Butler, Gretchen Mol, Alison Brie e Willem Dafoe
Género: Drama
Título Original: A Family Man
Graziela
Qui | 02.11.17

Sofar Sounds

Sofar_Sounds_Lisbon-1234.jpg

Fotos:  Graziela Costa

 

Foi há uns meses que Portugal recebeu pela primeira vez um novo evento dedicado aos amantes de música e concertos (como eu ahahah) e desde então andava doida para ir a um e poder escrever sobre isso no blog.

 

Ora, o evento sobre o qual vos escrevo hoje são é o Sofar Sounds: concertos íntimos com bandas emergentes que decorrem em locais bastante interessantes. Para participarem têm de inscrever-se grátis no site do Sofar (ou participar num passatempo dos patrocinadores), rezar para que a sorte esteja convosco e esperar que um ou dois antes recebam um email com a hora e o local do concerto a que vão assistir.

 

Tal como já tinha dito, eu andava há meses a tentar ir e confesso que até me saiu convite várias vezes, no entanto tive de cancelar sempre à última da hora.

 

Como na semana passada ganhei um convite (que pode ser duplo mesmo quando são vocês a inscrever-se) no passatempo da Jameson aproveitei para ir lá e fazer uma reportagem para vos incentivar a inscreverem-se também. E assim, no passado sábado fomos recebidos no Todo (um open space que eu já conhecia porque já lá tinha estado a fotografar o Filho da Mãe para um projeto do Bodyspace) para um concerto dos Mano A Mano (um projeto acústico de dois irmãos bastante interessante), Tomara (guitarrista que colaborou David Fonseca, Rita Redshoes e Márcia, que lança agora o seu primeiro disco a solo) e Twin Transistors (que eu acabei por não ver porque tinha de ir fotografar The National). Pelo meio ainda tivemos direito a uns cocktails Jameson e a bons momentos musicais, por isso não percam a oportunidade de assistir a um evento destes, até porque além de Lisboa eles também acontecem no Porto e em Coimbra.

Sofar_Sounds_Lisbon-1209.jpg

Cocktails Jameson

Sofar_Sounds_Lisbon-1211.jpg

Mano a Mano

Sofar_Sounds_Lisbon-1216.jpg

Ambiente descontraído

Sofar_Sounds_Lisbon-1219.jpg

Sofar_Sounds_Lisbon-1220.jpg

Sofar_Sounds_Lisbon-1228.jpg

Sofar_Sounds_Lisbon-1230.jpg

Sofar_Sounds_Lisbon-1241.jpg

Sofar_Sounds_Lisbon-1244.jpg

Tomara

Sofar_Sounds_Lisbon-1245.jpg

 

Sofar_Sounds_Lisbon-1247.jpg

Sofar_Sounds_Lisbon-1253.jpg

Sofar_Sounds_Lisbon-1255.jpg

Sofar_Sounds_Lisbon-1261.jpg

Sofar_Sounds_Lisbon-1264.jpg 

Graziela
Qua | 01.11.17

Portugal Fashion SS18 - Lisboa

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8102.jpg

Fotos:  Graziela Costa

 

Além dos festivais uma das coisas que mais gosto é fotografar semanas de Moda e depois de vos ter mostrado a ModaLisboa Luz volto para vos mostrar um pouco da 41ª edição do Portugal Fashion, mais propriamente dos desfiles que decorreram em Lisboa.

 

Muita cor, gente bonita, tecidos brilhantes e sapatos de morrer foram os pontos chaves das coleções de Storytailors, Pedro Pedro, TM Collection by Teresa Martins, Luís Onofre, Carlos Gil e Alves/Gonçalves, mas não só porque ao ver as diversas coleções dei-me conta que na primavera/verão de 2018 irão destacar-se os as cores pastel, os padrões construídos, os plissados e as peças volumosas.

 

De notar que, apesar de esta não ser a minha primeira vez no Portugal Fashion (antes ia fotografar para a Rua de Baixo) esta foi a primeira vez que fui fazer reportagem para o My Cherry Lips e nesse sentido tenho de agradecer à organização por me ter dado esta oportunidade.

 

Agora, deixo-vos algumas fotografias dos desfiles e do backtage deste 41º Portugal Fashion.

 

PS: Para não se tornar muito maçudo irei colocar mais fotografias na minha página de Facebook.

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8007.jpg

Storytailors

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8037.jpg

Um ambiente de discoteca

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8059.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8077.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8107.jpg

Teresa Martins a surpreender com várias performances artísticas

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8109.jpg

Teresa Martins a fazer os últimos preparativos para o desfile

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8117.jpg

O backstage do desfile de Pedro Pedro

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8119.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8125.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8129.jpg

Backstage do desfile de Carlos Gil

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8139.jpg

Carlos Gil a preparar uma das modelos

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8143.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8152.jpg

Maquilhagem

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8156.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8158.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8171.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8113.jpg

Ambiente descontraídoPortugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8182.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8183.jpg

Desfile de Pedro Pedro

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8191.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8211.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8234.jpg

Desfile TM Collection by Teresa Martins

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8271.jpg

Padrões étnicos

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8283.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8361.jpg

Muita dança

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8369.jpg

Tranças

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8377.jpg

Teresa Martins

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8383.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8386.jpg

Cabelos

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8388.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8394.jpg

Backstage de Alves/Gonçalves

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8398.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8400.jpg

Pedro Pedro

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8405.jpg

Desfile de Carlos Gil

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8407.jpg

Estílo clássico

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8446.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8457.jpg

Formas fluídas

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8460.jpg

Maquilhagem com inspiração anos 60

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8494.jpg

Carlos Gil

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8499.jpg

Manuel Alves

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8506.jpg

Desfile de Luís Onofre

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8512.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8525.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8528.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8565.jpg

Sapatos e carteiras com pedraria

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8604.jpg

Backstage Alves/Gonçalves

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8615.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8616.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8619.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8626.jpg

Desfile de Alves/Gonçalves

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8633.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8645.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8652.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8659.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8670.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8687.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8691.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8713.jpg

Portugal_Fashion_Graziela_Costa_Lisboa-8731.jpg

Graziela