Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cherry Lips

Um blogue de lifestyle bem docinho!

Seg | 17.04.17

Fui experimentar um brunch bio

Foodprintz_Brunch_Vegan-1947.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Confesso que o meu cérebro ainda não regressou destes dias de pausa, por isso hoje aproveito para escrever sobre o brunch bio que fui experimentar com a minha mãe ao Foodprintz. Um espaço bem agradável, perto do Marquês de Pombal, em Lisboa onde podemos fazer aulas de ioga/meditação e comer boas refeições veganas.

 

Apesar de não ser vegan nem vegetariana gosto bastante de soja, tofu, legumes e afins. No entanto, não foi isso que me despertou curiosidade em experimentar um brunch deste género, mas sim o facto de gostar de saber se um brunch bio seria capaz de me fazer sair de lá a "rebolar" como costuma acontecer aos brunchs regulares.

 

Aproveitando um cupão do Lifecooler, por apenas 8,90€ eu e a minha mãe tivemos direito a um menu que incluía 2 cafés, um mexido de tofu, uma tosta de ricota e abacate e uma super yogi smoothie bowl (tudo a para partilhar). Quantidades que à partida até podem parecer pouco para duas pessoas, mas que foi suficiente para sairmos de lá satisfeitas. Eu gostei especialmente da tosta de ricota e abacate, uma combinação que nunca tinha provado e da super yogi smoothie bowl, uma super taça com banana, espinafres, coco e bagas de goji, que se não desse tanto trabalho fazer em casa poderia comer todos os dias ao pequeno almoço.

 

Em suma: o preço é barato, o espaço e os funcionários são agradáveis, mas gostava que o brunch tivesse uma bebida incluída, por exemplo limonada em vez do café. Uma lacuna que me fez pedir à parte um sumo de laranja, cenoura e corcuma. 

Foodprintz_Brunch_Vegan-1955.jpg

Foodprintz_Brunch_Vegan-1956.jpg

Foodprintz_Brunch_Vegan-1957.jpg

Foodprintz_Brunch_Vegan-1959.jpg

Foodprintz_Brunch_Vegan-1960.jpg

Foodprintz_Brunch_Vegan-1944.jpg

Foodprintz_Brunch_Vegan-1948.jpg

Foodprintz_Brunch_Vegan-1949.jpg

Foodprintz_Brunch_Vegan-1953.jpg

Graziela
Qua | 12.04.17

Iconic - Joelharia, Moda e Lifestyle

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2012.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Depois de receber eventos dedicados à moda e à beleza foi a vez de Lisboa receber um evento dedicado à joelharia. Assim, durante três dias e sob o mote "girl power", o Convento do Beato (um espaço lindo, vale a pena visitar!) recebeu a Iconic. Uma mostra para profissionais e público em geral onde se deram a conhecer alguns dos mais conhecidos designers de joias, grupos joalheiros, profissionais ligados à área de packaging (embalagens onde são guardadas as joias) e novos talentos. A par desta mostra decorreu também um showroom do Portugal Fashion onde estiveram presentes coleções de Alexandra Moura, Hugo Costa, entre outros. Por fim, a Iconic promoveu também as "Fast Talks", conversas informais para saber o qual o papel da mulher enquanto musa inspiradora de designers e joalheiros.

 

Para mim, esta primeira edição da Iconic foi um sucesso, pois pude conhecer artistas que nem sabia que existiam, revi as queridas Marta e Luísa da Mel Jewel e fiquei com vontade de saber um pouco mais sobre a arte da joelharia. Se depois de verem as fotos abaixo também ficarem "mordidos pelo bichinho das joias" aconselho-vos uma visita ao Portojóia. Uma feira internacional de joelharia, ourivesaria e relojoaria que decorre entre 28 de setembro e 1 outro, no Porto.

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2013.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2014.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2015.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2017.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2018.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2020.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2021.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2022.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2023.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2026.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2028.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2029.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2030.jpg

Iconic_Joalheria_Moda_Lifestyle-2031.jpg

Graziela
Ter | 11.04.17

Crocs primavera/verão 2017

Crocs-1994.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Longe vão os tempos em que as Crocs só usavam nos hospitais, pois graças aos novos materiais, mais leves, mas ao mesmo tempo robustos, este tipo de calçado tem-se vindo a "democratizar". Lisas, com brilhos, em versão chinelo, soca ou mesmo sapatilhas, as Crocs vão tomar de "assalto" o nosso país! 

 

Eu estive na apresentação da nova coleção da Crocs, no Destinations Hostels, em Lisboa e tirei algumas fotografias para vos mostrar os modelos mais giros esta primavera/verão

 

Fico à espera para saber quais os vossos modelos favoritos.

Crocs-2005.jpg

Crocs-2007.jpg

Crocs-2010.jpg

O Dj de serviço

Crocs-2002.jpg

Um cenário incrível!

Crocs-1996.jpg

Crocs-1986.jpg

Sabrinas (as minhas favoritas desta coleção)

Crocs-1990.jpg

Sandálias e chinelos super elegantes

Crocs-1987.jpg

As tradicionais Crocs

Crocs-1989.jpg

Crocs-1992.jpg

Para uso laboral e em versão sapatilha

Crocs-1980.jpg

Com os brilhos tendência para esta primavera/verão

Crocs-1982.jpg

Versão chinelo

Crocs-1984.jpg

Para os meninos

Crocs-1993.jpg

 As edições da Disney são super queridas!!!!

Graziela
Seg | 10.04.17

A Última Ceia do Canal História está de volta

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004436.jpg

Fotos: Graziela Costa captadas com a Canon 5DS

 

A Páscoa está quase a chegar e com ela chega também uma nova edição d' "A Última Ceia" do Canal História. Uma iniciativa criada há uns anos atrás, através da qual chefs de renome são desafiados a criar um menu com base nos ingredientes consumidos na última ceia. Este ano o chef escolhido foi o Vítor Sobral e eu estava cheia de expectativas para conhecer as suas propostas, pois há dois anos experimentei o menu criado pelo chef Kiko e adorei (vejam aqui a minha review). Assim, um destes dias eu e mais alguns bloggers aproveitámos a hora de almoço para irmos à Peixaria da Esquina experimentar este novo menu.

 

Começámos a nossa refeição com um couvert composto por azeitonas temperadas com hortelã (não provei porque não gosto de azeitonas verdes), mousse de pistácio com ervas aromáticas (parece uma manteiga e é deliciosa) e pão fermentado (foram-nos servidos três tipos diferentes e o meu favorito foi o de cerveja). Para entrada foi escolhido um atum escabeche com óregãos, redução de vinho e sangue de atum, que estava uma delicia, pois desfazia-se na boca e quando molhado nos dois molhos que o acompanhavam provocada sensações distintas na boca. Seguiu-se o cordeiro assado com feijão (para mim feijocas) e nozes. Uma carne da qual não sou muito fã, mas que estava muito bem apurada o que fazia com que fosse bastante fácil de comer. Como acompanhamento tivemos ainda uma quinoa branca, da qual gostei tanto que até fui comprar um pacotinho para experimentar fazer em casa um dia destes. Por último, a sobremesa: mexidos estilo charroset (pão, vinho, mel e frutos secos) com um sorvete de limão e alecrim. Sem dúvida o que gostei mais deste almoço (adoro mexidos!!!). De notar, que este menu foi harmonizado com vinho de talha alentejano (uma técnica especial sobre a qual podem saber mais aqui) e para quem quiser experimentar esta "Última Ceia" pode fazê-lo até dia 16 de abril na Peixaria da Esquina, é claro.

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004469.jpg

A Peixaria da Esquina

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004471.jpg

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004473.jpg

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004441.jpg

O chef Vítor Sobral a explicar esta "Última Ceia"

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004435.jpg

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004431.jpg

Couvert

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004450.jpg

Entrada

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004452.jpg

Prato principal

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004457.jpg

Ultima_Ceia_Canal_Historia-004468.jpg

Sobremesa

Graziela
Ter | 04.04.17

Clarins Multi Active Yeux: o meu primeiro sérum de olhos anti-rugas

Clarins_Multi_Active_Yeux-003424.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Ainda não entrei na paranoia do "estou quase a chegar aos 30", mas a verdade é dia 7 de junho faço mesmo 30 anos (como é que passou tudo tão rápido? Ainda outro dia tinha 10...) e, por isso decidi que estava na altura de começar a usar um creme para "combater" às primeiras rugas. Primeiro comecei por usar apenas o creme de rosto de dia e de noite, mas recentemente  comecei  também a usar um sérum de olhos anti-rugas.

 

Aproveitando o facto da Clarins ter lançado recentemente o Multi Active Yeux, um produto que se vem juntar à gama que eu já andava a usar (vejam aqui a sua review), a Multi Active, achei que seria mesmo a melhor opção para me iniciar na utilização deste tipo de produto.

 

Ora, o Multi Active Yeux é um sérum com uma textura bem leve e deve ser aplicado no contorno dos olhos de manhã e à noite. Primeiro aperta-se um pouco a bisnaga e depois espalha-se o produto com a ajuda do aplicador metálico (em pormenor na fotografia abaixo). Deixa-se secar e aplica-se o resto dos cremes ou maquilhagem que se vai usar. De notar que, este sérum não tem um cheiro característico, mas como é um produto para os olhos acho muito bem (reduz o risco de alergias).

 

Em relação aos resultados, acho que funciona muito bem como "desfatigante", isto é ajuda a reduzir os papos e olheiras, mas em relação às rugas acho que só daqui a uns bons anos é que vou saber o resultado, mas até lá vou continuar a usar produtos de prevenção.  

Clarins_Multi_Active_Yeux-003431.jpg

Clarins_Multi_Active_Yeux-003429.jpg

Graziela
Seg | 03.04.17

Receitas rápidas: Batido de aveia, manga e cacau

Batido_de_Manga-004253.jpg

Fotos: Graziela Costa captadas com a Canon 5DS

 

Começo a semana ainda a pensar no fim de semana, por isso partilho convosco uma receita bem saudável: batido de aveia, manga e cacau!

 

Ingredientes:

(para 2 pessoas)

1 manga

500 ml de leite de Aveia (Shoyce)

Cacau em pó qb. (Vahiné)

Sementes de sésamo dourado qb. (Margão)

 

Preparação:

1 - Descasque e parta a manga em pedaços.

2 - Deite o leite no liquidificador, adicione os pedaços e manga e o cacau.

3 - Passe tudo no liquidificador.

4 - Sirva e decore com sementes de sésamo e cacau.

Batido_de_Manga-004247.jpg

Batido_de_Manga-004249.jpg

Frasco: Cartune Store

Batido_de_Manga-004243.jpg

Os ingredientes utilizados

Batido_de_Manga-004245.jpg

Graziela
Sab | 01.04.17

Aiaimatilde

AiaiaiMatilde-003414.jpg

Foto: Graziela Costa

 

Num dos meus antigos empregos, uma das minhas funções era descobrir novos projetos portugueses para divulgar na nossa revista e na altura essa era sem dúvida uma partes mais enriquecedoras do meu trabalho. Até porque mostrar que em Portugal existe muito talento seja ele na área da moda, ilustração ou mesmo na música sempre foi algo fascinante para mim. Nesse sentido, hoje mostro-vos alguns produtos de uma marca da qual sou fã há alguns anos a Aiaimatilde.

 

Criada por Matilde Martins, uma jovem de Gondomar, esta marca é super girly, colorida e com acessórios que podem ser personalizados à vossa maneira. Eu acompanho-a há anos no Facebook e ando cheia de vontade de conhecer a loja que recentemente, a Aiaimatilde abriu no Gaia Shopping. Para quem ainda não conhece convido-vos a passar pelo seu site e descobrirem este "mundo cor de rosa". 

Graziela

Pág. 2/2